arrow_back

Como fazer um plano de manutenção em 8 etapas?

Para evitar falhas nos ativos produtivos, toda empresa deve saber fazer um plano de manutenção preventiva, algo que reduza as chances de falhas e, com isso, aumente a lucratividade do negócio.

Se estima que , quando deveríam ser preventivas. Afinal de contas, ao se antecipar e se prevenir a avarias e quebras de peças, é possível reduzir os custos de conserto de máquinas e reposição de peças, além de evitar paradas que afetam as expectativas de produção.

Nesse sentido, apresentamos 8 etapas para desenvolver um plano de manutenção preventiva:

1. Estabelecer objetivos.

Quais são os objetivos que esperamos alcançar com o plano de manutenção? Podemos considerar objetivos como aumentar a disponibilidade do equipamento em 50% ou reduzir o tempo de espera para reparos em 70%, por exemplo.

2. Definir indicadores chaves de desempenho.

Para conhecer o desempenho do plano de manutenção, é fundamental estabelecer indicadores de desempenho ou KPIs que permitam medir os resultados. Alguns dos mais importantes são:

  • Disponibilidade por falhas: tempo em que um ativo está disponível, considerando falhas e incidentes.
  • Disponibilidade total: tempo médio de disponibilidade de um ativo, considerando paradas planejadas e imprevistas.
  • Inatividade:parada não programada.

Como fazer um plano de manutenção orientado por resultados? Determinar e monitorar vários KPI's permitirá aumentar a produtividade, estender a vida útil dos ativos e, assim, aumentar a lucratividade do negócio.

3. Determinar os ativos críticos.

Quais ativos requerem mais atenção? Considere aqueles essenciais para o gerenciamento de manutenção e não necessariamente aqueles que são mais caros.

Você pode criar uma lista hierárquica para definir quais equipamentos exigirão atenção especial, dependendo de sua função nos processos de produção, sempre considerando todos os ativos e quais apresentam maior risco de falha por idade, manutenção anterior, uso diário, etc.

4. Estabelecer um orçamento.

Ao considerar as etapas para desenvolver um plano de manutenção preventiva, uma das mais importantes, será necessário analisar os recursos disponíveis para a empresa versus os custos estimados. Considere uma média mensal com base nos dados históricos da gestão de seus ativos.

 5. Analisar a tecnología disponível.

Atualmente no mercado existem diversas soluções especializadas em gestão de manutenção de ativos, umas mais completas e eficientes que outras. Por exemplo, existem plataformas que não apenas nos ajudam a gerenciar processos, mas também nos permitem registrar e analisar automaticamente informações de ativos, graças a dispositivos de IoT, Aprendizado de Máquina e Inteligência Artificial (IA).

6. Fomentar uma cultura digital.

Segundo a , é vital organizar sessões de treinamento para dar aos funcionários tempo para se adaptarem às novas tecnologias. Neste sentido, e em linha com o ponto anterior, é fundamental promover uma cultura digital que permita tirar o máximo partido das soluções digitais como os softwares de manutenção preventiva.

7. Esclarecer a natureza da gestão de ativos.

Semanal, mensal ou trimestralmente - dependendo da natureza das operações - será vital chegar a um consenso sobre a periodicidade da manutenção de nossos ativos.

  • Com base na condição (MBC): onde os reparos são planejados após a detecção de sintomas de degradação.
  • ou manutenção pré determinada: onde a manutenção é agendada sem a necessidade de um alerta de falha.

8. Apoiar-se em um software CMMS/EAM para análises decisivas.

Dada a quantidade de informações que nossos ativos irão gerar diariamente, precisaremos de um software de gerenciamento de manutenção para processar, centralizar e gerar relatórios para nossa análise correta. Esse elemento é essencial para o desenho de um bom plano de manutenção.

Fracttal: o software para gestão de ativos e manutenção inteligente que a sua empresa precisa.

Na Fracttal sabemos a importância de gerenciar seus ativos de forma proativa, implementando ações de manutenção baseadas em dados precisos e atualizados. Por isso colocamos à sua disposição o Fracttal One, software para gestão de ativos que ajuda na monitorização em tempo real, facilitando a gestão de um plano de manutenção altamente eficaz.

CTA BLOG-01