arrow_back

O que significa melhoria contínua na gestão de ativos?

Toda empresa requer ativos produtivos que lhe permitam realizar as operações do dia a dia e, assim, cumprir os compromissos adquiridos com clientes e fornecedores. Para maximizar a sua utilização e otimizar recursos, é necessário adotar uma abordagem de melhoria contínua que permita potenciar o desempenho dos processos.

O que é melhoria contínua e como ela se relaciona com a manutenção de ativos?

A melhoria contínua faz parte da manutenção enxuta, que tem como principal objetivo ser proativo na manutenção e gestão dos ativos, evitando o desperdício de recursos como energia, tempo ou combustível, o que resulta na melhoria de todos os workflows.

A Manutenção Enxuta está intimamente ligada ao termo japonês Kaizen, que incentiva o processo de melhoria contínua no que diz respeito à manutenção dos ativos.

Ambos são suportados por ferramentas como o processo 5S (separar, ordenar, limpar, padronizar e replicar o processo para outras áreas) e a manutenção produtiva total (TPM), graças à qual é possível adotar uma abordagem preventiva e pró-ativa em termos de gestão de ativos.  

TPM: chave da melhoria contínua  

A iniciativa de Manutenção Produtiva Total se concentra na eficiência e no desempenho. Reduz custos e aumenta a disponibilidade de ativos, ao mesmo tempo em que busca eliminar quebras, defeitos e acidentes. Em resposta a isso, o TPM propõe os seguintes pontos como o eixo de qualquer estratégia de manutenção: 


  • Educação e treinamento - recursos para que o usuário de um ativo possam identificar problemas emergentes.
  • Manutenção autônoma - certifique-se de que os usuários do equipamento possam limpá-lo e inspecioná-lo. Isso os incentiva a assumir a responsabilidade pelo ativo.
  • Manutenção planejada - depois de estudar os principais indicadores de cada ativo as tarefas serão agendadas.
  • Manutenção da qualidade - a manutenção eficaz com base na análise da causa raiz deve ser organizada para eliminar fontes recorrentes de defeitos.
  • Gerenciamento antecipado do equipamento. A manutenção ficará mais robusta porque os usuários do equipamento estão envolvidos desde a sua concepção.

Com quais estratégias de manutenção a mentalidade Kaizen se encaixa? Conheça as principais:

  • Estratégia de alta disponibilidade - a manutenção geral é realizada mas afeta pouco a produção e, portanto, garante o maior funcionamento contínuo possível.
  • Estratégia sistemática - intervenções programadas são feitas para trocar componentes de tempos em tempos.
  • Estratégia de alta disponibilidade e confiabilidade - a maior disponibilidade é buscada organizando análises de engenharia de confiabilidade que indicam onde reparar.

Fazendo manutenções constantes e verificações de rotina, é possível melhorar gradativamente o equipamento, permitindo se prepar para qualquer eventualidade. No entanto, ter uma visão completa do estado de nossos equipamentos para melhorar e aprimorar a gestão de ativos requer medições e monitoramento extraídos em tempo real, sendo essencial ter um software de gerenciamento de manutenção.

Como aprimorar o processo de melhoria contínua com um CMMS?

Um CMMS monitora os ativos em tempo real, além de coletar processar e gerar relatórios para análises corretas, facilitando assim a tomada de decisões. No entanto, além de permitir que a manutenção seja feita no momento certo, os dados necessários para implementar melhorias nas áreas em que esses ativos operam sempre estão disponíveis.

Com Fracttal, você poderá otimizar ao máximo a gestão de seus ativos, reduzindo o custo de manutenção em 15% e aumentando a produtividade em mais de 35%, constituindo-se em uma ferramenta estratégica para sua organização.


CTA BLOG-01

Nenhum vídeo selecionado

Selecione um tipo de vídeo na barra lateral.