GUIA DE MANUTENÇÃO

O papel do planejador de manutenção dentro de uma empresa

O planejador de manutenção tem um papel fundamental na otimização dos ativos empresariais, garantindo a eficiência operacional, a redução do tempo de paralisação e a otimização dos custos.
Neste guia, vamos explicar esse papel chave na gestão eficaz da manutenção.

GUIA DE MANUTENÇÃO

O papel do planejador de manutenção dentro de uma empresa

O planejador de manutenção tem um papel fundamental na otimização dos ativos empresariais, garantindo a eficiência operacional, a redução do tempo de paralisação e a otimização dos custos.
Neste guia, vamos explicar esse papel chave na gestão eficaz da manutenção.

No atual ambiente empresarial, a gestão eficiente dos ativos é um fator essencial para garantir o sucesso e a rentabilidade das organizações. Nesse sentido, o papel do planejador de manutenção tem uma importância fundamental.

Esse profissional é responsável por otimizar a programação das tarefas de manutenção, coordenar recursos e garantir a disponibilidade dos equipamentos, resultando em melhorias significativas na eficiência operacional, redução do tempo de paralisação e otimização dos custos de manutenção.

Neste artigo, vamos explorar detalhadamente o que implica ser um planejador de manutenção, as habilidades e conhecimentos necessários para desempenhar o papel de forma efetiva, bem como as principais responsabilidades.

O que um planejador de manutenção faz?

Um planejador de manutenção é um especialista encarregado de organizar e coordenar as atividades de manutenção de uma organização. Seu principal objetivo é maximizar a confiabilidade e disponibilidade dos ativos, ao mesmo tempo que minimiza os custos e os tempos de paralisação.

Para desempenhar esse papel com eficácia, o planejador de manutenção deve possuir uma combinação de habilidades técnicas e conhecimento em gestão de ativos e planejamento.

O planejador de manutenção desempenha um amplo conjunto de habilidades técnicas e conhecimentos. Em primeiro lugar, ele deve ter um sólido entendimento dos equipamentos e sistemas que estão sendo usados.

Isso envolve conhecimentos em engenharia, mecânica, eletricidade ou outras áreas relevantes, dependendo do tipo de ativos da empresa. Esses conhecimentos permitem ao planejador compreender a natureza dos ativos e desenvolver estratégias adequadas de manutenção.

Além dos conhecimentos técnicos, é essencial que o planejador de manutenção tenha experiência em gestão de ativos. Isso envolve compreender os processos de manutenção preventiva e preditiva, assim como a gestão de registros e documentação relacionada aos ativos.

A gestão de ativos também inclui tomar decisões sobre a vida útil dos equipamentos, planejamento de substituições e gestão do ciclo de vida dos ativos.

As responsabilidades do planejador de manutenção

A lista de tarefas que um planejador de manutenção pode enfrentar é extensa e variada. Esses profissionais têm a responsabilidade de atribuir códigos às ordens de serviço, realizar inspeções no campo para determinar escopos adequados de trabalho e desenvolver planos de trabalho detalhados para a manutenção. 

Além disso, eles devem manter um registro detalhado do histórico da planta e de outros arquivos técnicos. Essa documentação é essencial para antecipar e evitar atrasos no trabalho. Os planejadores de manutenção também podem lidar com tarefas de compras, preparação de materiais e ferramentas especiais, bem como a avaliação do feedback dos trabalhos para melhorar o planejamento futuro.

Por último, mas não menos importante, os planejadores de manutenção devem estar atualizados com as normativas de segurança e estar familiarizados com o uso de tecnologias, como um CMMS (Sistema de Gestão de Manutenção Assistida por Computador), que apoiam a função de manutenção. 

Os requisitos para ser um planejador de manutenção de sucesso

Para ser um planejador de manutenção de sucesso, é necessário mais do que o entendimento básico dos princípios de manutenção. Os profissionais desse campo precisam ter experiência em nível superior na atividade designada e um profundo conhecimento dos métodos, materiais, ferramentas e equipamentos utilizados na manutenção.

Além disso, devem estar familiarizados com equipamentos industriais de grande porte, como ventiladores, bombas e caldeiras, e seus componentes associados, como rolamentos e atuadores. Também devem ser capazes de identificar e reduzir os perigos de segurança associados ao seu trabalho e aplicar seus conhecimentos técnicos para identificar problemas no equipamento e encontrar soluções adequadas.

Os planejadores de manutenção também devem possuir habilidades sólidas de comunicação escrita e verbal e serem capazes de manter relacionamentos de trabalho eficazes com todos os níveis na sua organização. Devem ser capazes de ler, interpretar e aplicar informações de uma variedade de fontes, incluindo arquivos, planos técnicos, catálogos, relatórios e manuais.

O papel transformador de um CMMS

Aqui é onde entra o software de gestão da manutenção (CMMS). Essas ferramentas podem ajudar os planejadores de manutenção a serem mais eficientes e efetivos em seu trabalho, automatizando tarefas repetitivas e liberando tempo para que os planejadores se concentrem em atividades de maior importância.

Os CMMS podem auxiliar na gestão de estoque, rastreando e administrando peças de reposição e alertando o planejador quando os estoques estão baixos ou quando uma peça específica precisa ser substituída. Isso pode ajudar a evitar atrasos na manutenção e economizar custos ao evitar um estoque excessivo.

Uma das grandes vantagens de um CMMS é a centralização das informações. Com todos os dados dos ativos e informações relacionadas às atividades de manutenção coletados em um só lugar, os planejadores de manutenção têm acesso a informações valiosas para o planejamento das tarefas.

Além disso, os CMMS podem melhorar a comunicação entre o planejador de manutenção, os técnicos de manutenção e outras partes interessadas. As ordens de serviço e as atualizações podem ser facilmente compartilhadas por meio do CMMS, ajudando a manter todos informados.

Em resumo, a implementação de um sistema CMMS pode ser altamente benéfica para um planejador de manutenção. À medida que a tecnologia avança, é provável que vejamos uma maior dependência dessas ferramentas no planejamento da manutenção.

Ao compreender completamente o perfil do planejador de manutenção e como um CMMS pode melhorar seu trabalho, as organizações podem tomar decisões acertadas em relação à seleção da pessoa responsável por realizar a grande responsabilidade de planejar a manutenção de uma organização.

gestao-da-manutencao-email-header-masterclass-engeteles

Quais são as principais responsabilidades e funções de um planejador de manutenção?

O planejador de manutenção assume uma série de responsabilidades para garantir a eficiência e eficácia das atividades de manutenção. Estas são as dez principais responsabilidades do planejador de manutenção:

Programação e coordenação

O planejador é responsável por criar e manter um calendário de atividades de manutenção. Isso envolve coordenar as equipes de trabalho e garantir que os recursos necessários estejam disponíveis no momento adequado.

Além disso, o planejador deve programar as tarefas de manutenção de forma eficiente, levando em consideração a prioridade de cada uma, a disponibilidade dos equipamentos e as restrições operacionais.

A programação e coordenação eficientes garantem a execução fluída das tarefas de manutenção e minimizam os tempos de inatividade.

Otimização de recursos

É responsabilidade do planejador atribuir os recursos adequados, como equipe, materiais e equipamentos, de forma eficiente e adequada. Isso implica avaliar a capacidade e disponibilidade dos recursos, planejar sua alocação e garantir que sejam utilizados da melhor maneira durante as atividades de manutenção.

O planejador deve levar em conta as habilidades e competências da equipe designada, bem como os requisitos específicos dos equipamentos e tarefas de manutenção.

Além disso, deve coordenar a aquisição e gestão de materiais e peças de reposição necessárias para a manutenção.

Análises de dados e acompanhamento

O planejador de manutenção deve realizar um acompanhamento constante dos indicadores-chave de desempenho (KPIs) relacionados à manutenção. Isso envolve coletar e analisar dados sobre o desempenho dos ativos, os custos da manutenção, os tempos de inatividade e outros fatores relevantes.

Por meio da análise de dados, o planejador pode identificar padrões, tendências e áreas de melhoria, facilitando a tomada de decisões e a implementação de ações corretivas ou preventivas.

Além disso, o planejador deve manter registros e documentação precisa das atividades de manutenção, incluindo relatórios de inspeções, reparos realizados e registros de garantias.

Planejamento de manutenção preventiva e preditiva

O planejador de manutenção é responsável por desenvolver e manter um programa de manutenção preventiva e preditiva. Isso envolve estabelecer as frequências e rotinas de manutenção adequadas para cada equipamento, com base nas recomendações do fabricante, experiência prévia e análise de histórico de dados.

Além disso, o planejador deve colaborar com a equipe de manutenção para desenvolver planos de manutenção detalhados, que incluam as tarefas específicas a serem realizadas, os procedimentos e as peças de reposição necessárias.

O planejamento de manutenção preventiva e preditiva ajuda a prevenir falhas e maximizar a vida útil dos equipamentos.

Coordenação com outros departamentos

O planejador de manutenção deve colaborar estreitamente com outros departamentos, como produção, compras e logística, para garantir a execução fluída das atividades de manutenção.

Isso envolve coordenar paradas de produção planejadas, programar a manutenção durante os períodos de menor atividade e garantir a disponibilidade de peças de reposição e materiais necessários.

Além disso, o planejador deve se comunicar e coordenar com fornecedores externos, como empreiteiros ou serviços técnicos especializados, para realizar tarefas de manutenção que requerem conhecimentos específicos ou equipamentos especializados.

Gestão do orçamento de manutenção

O planejador de manutenção é responsável por gerir o orçamento atribuído para as atividades de manutenção. Isso envolve acompanhar os custos associados, como mão de obra, materiais, equipamentos e serviços externos.

O planejador deve garantir que as atividades de manutenção sejam realizadas dentro do orçamento estabelecido e buscar oportunidades para otimizar os custos sem comprometer a qualidade da manutenção.

Implementação de políticas de segurança

O planejador de manutenção deve garantir que todas as normas e políticas de segurança sejam cumpridas durante as atividades de manutenção.

Isso envolve colaborar com a equipe de segurança para identificar e reduzir os riscos associados às tarefas de manutenção, garantindo que sejam utilizados equipamentos de proteção individual adequados e que se sigam os protocolos de segurança estabelecidos.

Gestão de contratos e fornecedores

Em muitos casos, o planejador de manutenção é responsável por gerir os contratos com fornecedores externos e supervisionar seu desempenho.

Isso envolve selecionar fornecedores confiáveis, negociar os termos do contrato e garantir que os prazos e padrões de qualidade acordados sejam cumpridos.

Além disso, o planejador deve avaliar periodicamente o desempenho dos fornecedores e buscar oportunidades para melhorar a eficiência e qualidade dos serviços externos.

Capacitação e desenvolvimento da equipe

O planejador de manutenção tem a responsabilidade de garantir que a equipe de manutenção possua as habilidades e competências necessárias.

Isso envolve identificar as necessidades de treinamento, projetar programas de formação e coordenar atividades de desenvolvimento da equipe.

O planejador deve garantir que a equipe esteja atualizada com os avanços tecnológicos e as melhores práticas de manutenção, promovendo um ambiente de aprendizagem contínua.

Melhora contínua

O planejador de manutenção deve propor e participar de iniciativas de melhoria contínua. Isso envolve buscar formas de otimizar os processos de manutenção, implementar novas tecnologias ou metodologias mais eficientes e colaborar com outras equipes para maximizar a confiabilidade e disponibilidade dos ativos.

Além disso, o planejador deve estar atualizado com os avanços tecnológicos e as melhores práticas no campo da manutenção, para poder implementar melhorias e adaptar as estratégias de manutenção conforme necessário.

A importância do planejador de manutenção em uma empresa

O papel do planejador de manutenção é fundamental para garantir a confiabilidade e disponibilidade dos ativos de uma empresa.

Com habilidades técnicas, conhecimentos em gestão de ativos e planejamento, assim como responsabilidades bem definidas, o planejador pode maximizar a eficiência operacional, reduzir os tempos de inatividade e otimizar os custos de manutenção.

Assumindo responsabilidades como programação e coordenação, otimização de recursos, análise de dados, planejamento de manutenção preventiva e preditiva, coordenação com outros departamentos, gestão do orçamento de manutenção, implementação de políticas de segurança, gestão de contratos e fornecedores, capacitação e desenvolvimento da equipe e busca de melhorias contínuas, o planejador de manutenção desempenha um papel fundamental na gestão efetiva dos ativos da organização.

No atual ambiente empresarial, a gestão eficiente dos ativos é um fator essencial para garantir o sucesso e a rentabilidade das organizações. Nesse sentido, o papel do planejador de manutenção tem uma importância fundamental.

Esse profissional é responsável por otimizar a programação das tarefas de manutenção, coordenar recursos e garantir a disponibilidade dos equipamentos, resultando em melhorias significativas na eficiência operacional, redução do tempo de paralisação e otimização dos custos de manutenção.

Neste artigo, vamos explorar detalhadamente o que implica ser um planejador de manutenção, as habilidades e conhecimentos necessários para desempenhar o papel de forma efetiva, bem como as principais responsabilidades.

O que um planejador de manutenção faz?

Um planejador de manutenção é um especialista encarregado de organizar e coordenar as atividades de manutenção de uma organização. Seu principal objetivo é maximizar a confiabilidade e disponibilidade dos ativos, ao mesmo tempo que minimiza os custos e os tempos de paralisação.

Para desempenhar esse papel com eficácia, o planejador de manutenção deve possuir uma combinação de habilidades técnicas e conhecimento em gestão de ativos e planejamento.

O planejador de manutenção desempenha um amplo conjunto de habilidades técnicas e conhecimentos. Em primeiro lugar, ele deve ter um sólido entendimento dos equipamentos e sistemas que estão sendo usados.

Isso envolve conhecimentos em engenharia, mecânica, eletricidade ou outras áreas relevantes, dependendo do tipo de ativos da empresa. Esses conhecimentos permitem ao planejador compreender a natureza dos ativos e desenvolver estratégias adequadas de manutenção.

Além dos conhecimentos técnicos, é essencial que o planejador de manutenção tenha experiência em gestão de ativos. Isso envolve compreender os processos de manutenção preventiva e preditiva, assim como a gestão de registros e documentação relacionada aos ativos.

A gestão de ativos também inclui tomar decisões sobre a vida útil dos equipamentos, planejamento de substituições e gestão do ciclo de vida dos ativos.

As responsabilidades do planejador de manutenção

A lista de tarefas que um planejador de manutenção pode enfrentar é extensa e variada. Esses profissionais têm a responsabilidade de atribuir códigos às ordens de serviço, realizar inspeções no campo para determinar escopos adequados de trabalho e desenvolver planos de trabalho detalhados para a manutenção. 

Além disso, eles devem manter um registro detalhado do histórico da planta e de outros arquivos técnicos. Essa documentação é essencial para antecipar e evitar atrasos no trabalho. Os planejadores de manutenção também podem lidar com tarefas de compras, preparação de materiais e ferramentas especiais, bem como a avaliação do feedback dos trabalhos para melhorar o planejamento futuro.

Por último, mas não menos importante, os planejadores de manutenção devem estar atualizados com as normativas de segurança e estar familiarizados com o uso de tecnologias, como um CMMS (Sistema de Gestão de Manutenção Assistida por Computador), que apoiam a função de manutenção. 

Os requisitos para ser um planejador de manutenção de sucesso

Para ser um planejador de manutenção de sucesso, é necessário mais do que o entendimento básico dos princípios de manutenção. Os profissionais desse campo precisam ter experiência em nível superior na atividade designada e um profundo conhecimento dos métodos, materiais, ferramentas e equipamentos utilizados na manutenção.

Além disso, devem estar familiarizados com equipamentos industriais de grande porte, como ventiladores, bombas e caldeiras, e seus componentes associados, como rolamentos e atuadores. Também devem ser capazes de identificar e reduzir os perigos de segurança associados ao seu trabalho e aplicar seus conhecimentos técnicos para identificar problemas no equipamento e encontrar soluções adequadas.

Os planejadores de manutenção também devem possuir habilidades sólidas de comunicação escrita e verbal e serem capazes de manter relacionamentos de trabalho eficazes com todos os níveis na sua organização. Devem ser capazes de ler, interpretar e aplicar informações de uma variedade de fontes, incluindo arquivos, planos técnicos, catálogos, relatórios e manuais.

O papel transformador de um CMMS

Aqui é onde entra o software de gestão da manutenção (CMMS). Essas ferramentas podem ajudar os planejadores de manutenção a serem mais eficientes e efetivos em seu trabalho, automatizando tarefas repetitivas e liberando tempo para que os planejadores se concentrem em atividades de maior importância.

Os CMMS podem auxiliar na gestão de estoque, rastreando e administrando peças de reposição e alertando o planejador quando os estoques estão baixos ou quando uma peça específica precisa ser substituída. Isso pode ajudar a evitar atrasos na manutenção e economizar custos ao evitar um estoque excessivo.

Uma das grandes vantagens de um CMMS é a centralização das informações. Com todos os dados dos ativos e informações relacionadas às atividades de manutenção coletados em um só lugar, os planejadores de manutenção têm acesso a informações valiosas para o planejamento das tarefas.

Além disso, os CMMS podem melhorar a comunicação entre o planejador de manutenção, os técnicos de manutenção e outras partes interessadas. As ordens de serviço e as atualizações podem ser facilmente compartilhadas por meio do CMMS, ajudando a manter todos informados.

Em resumo, a implementação de um sistema CMMS pode ser altamente benéfica para um planejador de manutenção. À medida que a tecnologia avança, é provável que vejamos uma maior dependência dessas ferramentas no planejamento da manutenção.

Ao compreender completamente o perfil do planejador de manutenção e como um CMMS pode melhorar seu trabalho, as organizações podem tomar decisões acertadas em relação à seleção da pessoa responsável por realizar a grande responsabilidade de planejar a manutenção de uma organização.

gestao-da-manutencao-email-header-masterclass-engeteles

Quais são as principais responsabilidades e funções de um planejador de manutenção?

O planejador de manutenção assume uma série de responsabilidades para garantir a eficiência e eficácia das atividades de manutenção. Estas são as dez principais responsabilidades do planejador de manutenção:

Programação e coordenação

O planejador é responsável por criar e manter um calendário de atividades de manutenção. Isso envolve coordenar as equipes de trabalho e garantir que os recursos necessários estejam disponíveis no momento adequado.

Além disso, o planejador deve programar as tarefas de manutenção de forma eficiente, levando em consideração a prioridade de cada uma, a disponibilidade dos equipamentos e as restrições operacionais.

A programação e coordenação eficientes garantem a execução fluída das tarefas de manutenção e minimizam os tempos de inatividade.

Otimização de recursos

É responsabilidade do planejador atribuir os recursos adequados, como equipe, materiais e equipamentos, de forma eficiente e adequada. Isso implica avaliar a capacidade e disponibilidade dos recursos, planejar sua alocação e garantir que sejam utilizados da melhor maneira durante as atividades de manutenção.

O planejador deve levar em conta as habilidades e competências da equipe designada, bem como os requisitos específicos dos equipamentos e tarefas de manutenção.

Além disso, deve coordenar a aquisição e gestão de materiais e peças de reposição necessárias para a manutenção.

Análises de dados e acompanhamento

O planejador de manutenção deve realizar um acompanhamento constante dos indicadores-chave de desempenho (KPIs) relacionados à manutenção. Isso envolve coletar e analisar dados sobre o desempenho dos ativos, os custos da manutenção, os tempos de inatividade e outros fatores relevantes.

Por meio da análise de dados, o planejador pode identificar padrões, tendências e áreas de melhoria, facilitando a tomada de decisões e a implementação de ações corretivas ou preventivas.

Além disso, o planejador deve manter registros e documentação precisa das atividades de manutenção, incluindo relatórios de inspeções, reparos realizados e registros de garantias.

Planejamento de manutenção preventiva e preditiva

O planejador de manutenção é responsável por desenvolver e manter um programa de manutenção preventiva e preditiva. Isso envolve estabelecer as frequências e rotinas de manutenção adequadas para cada equipamento, com base nas recomendações do fabricante, experiência prévia e análise de histórico de dados.

Além disso, o planejador deve colaborar com a equipe de manutenção para desenvolver planos de manutenção detalhados, que incluam as tarefas específicas a serem realizadas, os procedimentos e as peças de reposição necessárias.

O planejamento de manutenção preventiva e preditiva ajuda a prevenir falhas e maximizar a vida útil dos equipamentos.

Coordenação com outros departamentos

O planejador de manutenção deve colaborar estreitamente com outros departamentos, como produção, compras e logística, para garantir a execução fluída das atividades de manutenção.

Isso envolve coordenar paradas de produção planejadas, programar a manutenção durante os períodos de menor atividade e garantir a disponibilidade de peças de reposição e materiais necessários.

Além disso, o planejador deve se comunicar e coordenar com fornecedores externos, como empreiteiros ou serviços técnicos especializados, para realizar tarefas de manutenção que requerem conhecimentos específicos ou equipamentos especializados.

Gestão do orçamento de manutenção

O planejador de manutenção é responsável por gerir o orçamento atribuído para as atividades de manutenção. Isso envolve acompanhar os custos associados, como mão de obra, materiais, equipamentos e serviços externos.

O planejador deve garantir que as atividades de manutenção sejam realizadas dentro do orçamento estabelecido e buscar oportunidades para otimizar os custos sem comprometer a qualidade da manutenção.

Implementação de políticas de segurança

O planejador de manutenção deve garantir que todas as normas e políticas de segurança sejam cumpridas durante as atividades de manutenção.

Isso envolve colaborar com a equipe de segurança para identificar e reduzir os riscos associados às tarefas de manutenção, garantindo que sejam utilizados equipamentos de proteção individual adequados e que se sigam os protocolos de segurança estabelecidos.

Gestão de contratos e fornecedores

Em muitos casos, o planejador de manutenção é responsável por gerir os contratos com fornecedores externos e supervisionar seu desempenho.

Isso envolve selecionar fornecedores confiáveis, negociar os termos do contrato e garantir que os prazos e padrões de qualidade acordados sejam cumpridos.

Além disso, o planejador deve avaliar periodicamente o desempenho dos fornecedores e buscar oportunidades para melhorar a eficiência e qualidade dos serviços externos.

Capacitação e desenvolvimento da equipe

O planejador de manutenção tem a responsabilidade de garantir que a equipe de manutenção possua as habilidades e competências necessárias.

Isso envolve identificar as necessidades de treinamento, projetar programas de formação e coordenar atividades de desenvolvimento da equipe.

O planejador deve garantir que a equipe esteja atualizada com os avanços tecnológicos e as melhores práticas de manutenção, promovendo um ambiente de aprendizagem contínua.

Melhora contínua

O planejador de manutenção deve propor e participar de iniciativas de melhoria contínua. Isso envolve buscar formas de otimizar os processos de manutenção, implementar novas tecnologias ou metodologias mais eficientes e colaborar com outras equipes para maximizar a confiabilidade e disponibilidade dos ativos.

Além disso, o planejador deve estar atualizado com os avanços tecnológicos e as melhores práticas no campo da manutenção, para poder implementar melhorias e adaptar as estratégias de manutenção conforme necessário.

A importância do planejador de manutenção em uma empresa

O papel do planejador de manutenção é fundamental para garantir a confiabilidade e disponibilidade dos ativos de uma empresa.

Com habilidades técnicas, conhecimentos em gestão de ativos e planejamento, assim como responsabilidades bem definidas, o planejador pode maximizar a eficiência operacional, reduzir os tempos de inatividade e otimizar os custos de manutenção.

Assumindo responsabilidades como programação e coordenação, otimização de recursos, análise de dados, planejamento de manutenção preventiva e preditiva, coordenação com outros departamentos, gestão do orçamento de manutenção, implementação de políticas de segurança, gestão de contratos e fornecedores, capacitação e desenvolvimento da equipe e busca de melhorias contínuas, o planejador de manutenção desempenha um papel fundamental na gestão efetiva dos ativos da organização.

Calculadora de ROI - Fracttal One

A redução de custos começa com a Fracttal

Acesse a calculadora e veja o quanto você pode economizar nos custos de manutenção da sua empresa com o Fracttal One.

Calculadora de ROI - Fracttal One

A redução de custos começa com a Fracttal

Acesse a calculadora e veja o quanto você pode economizar nos custos de manutenção da sua empresa com o Fracttal One.

Saiba mais sobre gestão da manutenção

Gerencie, monitore, relate e comprove o valor de suas operações de manutenção.

Antes e depois da implementação de um CMMS

Leia mais trending_flat

O backlog na gestão da manutenção

Leia mais trending_flat

A metodologia LEAN na manutenção

Leia mais trending_flat

A Manutenção Inteligente
ao alcance de todos

Controle, eficiência e gestão para a sua equipe

machine