Como ter um melhor controle de gastos na sua frota

Em uma frota, há inúmeros gastos que são essenciais para o bom funcionamento, como manutenção preventiva, combustível, controle de estoque e várias outras coisas que impactam diretamente na frota e na cadeia de suprimentos.

Contudo, diversas empresas negligenciam um gasto crucial, passível de ser investido em várias áreas da frota, frequentemente com um valor expressivo. Essas despesas estão relacionadas às multas.

Leia este artigo até o final para descobrir como economizar com multas e onde esses recursos podem ser alocados para garantir um funcionamento mais eficiente.

O que é a gestão de multas?

Por mais que essa prática ainda não seja tão difundida e aplicada nas frotas, ela beneficia consideravelmente aquelas que a adotam.

A gestão de multas é um conjunto de práticas e processos adotados por empresas que possuem frotas de veículos, com o objetivo de administrar, controlar e otimizar as questões relacionadas às infrações de trânsito aplicadas aos seus motoristas.

Essa abordagem não busca apenas lidar com as infrações, mas também pode implementar estratégias para prevenção, correção e análise detalhada desses incidentes.

A gestão envolve a coleta de dados sobre as infrações cometidas, o acompanhamento do histórico de cada condutor, a análise das circunstâncias das multas e a implementação de medidas corretivas.

Além disso, pode incluir a utilização de tecnologias, como plataformas para aprimorar a gestão de multas, monitorar o comportamento dos motoristas e prevenir futuras infrações, sistemas de rastreamento, entre outros.

O objetivo final é, principalmente, reduzir o impacto financeiro das multas, promover a segurança na frota e assegurar que o motorista esteja cumprindo as normas de trânsito, contribuindo para a eficiência da empresa.

No entanto, é possível que você já tenha percebido que lidar com esses processos manualmente pode ser um desafio, pois demanda tempo ao procurar informações sobre multas em diversos sites.

A boa notícia é que hoje existem plataformas especializadas na gestão de multas, que fornecem automaticamente todas as informações necessárias, economizando consideravelmente o tempo da pessoa responsável por essa tarefa.

Essas plataformas geralmente têm um custo acessível e, considerando a economia que proporcionam à sua frota, acabam se pagando. Isso significa que você não teria custos adicionais na sua frota e ainda poderia usar o valor economizado em outras áreas importantes do processo.

Qual a principal função de uma multa?

A principal função de uma multa é impor uma penalidade financeira como resultado de infrações cometidas por condutores nas estradas. 

Essas infrações podem variar desde desrespeitar limites de velocidade, sinais de trânsito, até mesmo estacionamento irregular. 

O propósito fundamental das multas é desencorajar comportamentos inadequados no trânsito, promovendo a segurança nas vias e o respeito às regras estabelecidas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Ao impor penalidades financeiras, as autoridades de trânsito buscam criar um mecanismo onde, tornando as consequências monetárias, a mesma seja uma barreira efetiva contra a prática de infrações. 

Além de punir, as multas também têm uma função educativa, visando conscientizar os condutores sobre a importância do cumprimento das leis de trânsito, algumas podendo ser apenas uma advertência.

Em resumo, a função principal de uma multa é impor uma penalidade financeira como meio de desencorajar e corrigir infrações de trânsito, o que vai promover a segurança, a ordem e o respeito às regras estabelecidas pelos órgãos responsáveis.

Quem é o responsável pelas multas de trânsito?

O responsável pelas multas de trânsito é o condutor do veículo no momento da infração. 

As autoridades de trânsito emitem as multas com base nas violações cometidas pelos condutores, e as penalidades são direcionadas aos proprietários dos veículos, registrados no órgão de trânsito, que, na maioria dos casos, coincidem com os condutores.

Porém, é importante destacar que, em algumas situações, as empresas que possuem frotas de veículos podem ser responsabilizadas pelas infrações, caso o condutor não seja devidamente identificado. 

O maior problema nisso é que, não fazendo uma indicação de condutores adequada, a empresa acaba sofrendo multas adicionais, chamadas de multas NIC.

Isso acontece pois os órgãos entendem que os carros estão cadastrados em um CNPJ, logo, quem estava dirigindo no momento deve ser responsabilizado para que isso não acabe gerando multas adicionais, que geralmente são o dobro do valor da multa original.

Em casos de veículos de propriedade de terceiros, como locadoras, o condutor responsável pela infração também deve ser identificado e responsabilizado, o que dificulta para muitas dessas locadoras é o tempo hábil para receber informações sobre as multas que é lento pelo método tradicional, o que vai dificultar ainda mais esse processo.

Em resumo, o condutor do veículo é o principal responsável pelas multas de trânsito, sendo o destinatário direto das penalidades impostas pelas autoridades competentes.

Como economizar com multas?

Economizar com multas envolve adotar práticas responsáveis e estar ciente das regulamentações de trânsito para evitar infrações. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar a reduzir ou evitar multas:

Conheça as regras de trânsito

Esteja familiarizado com as leis de trânsito em sua região ou nas estradas de outros estados, conhecer as regras e regulamentos é fundamental para evitar infrações.

Evite distrações ao dirigir

O uso do telefone celular ao dirigir é uma infração bem comum nos dias de hoje, podendo gerar até acidentes graves. Evite distrações, como mensagens de texto ou chamadas, para manter-se focado na estrada.

Mantenha a sua documentação atualizada

Certifique-se de que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de seus condutores e demais documentos do veículo e necessários para o frete, estejam sempre atualizados e em mãos. Conduzir com documentos vencidos ou não ter os documentos corretos pode resultar em multas bem altas.

Invista em tecnologia

Nos dias de hoje, há vários sistemas que ajudam na sua gestão de frota, agilidade e principalmente a economizar dinheiro. Plataformas de gestão de multas, emissão de OS, telemetria e várias outras, podem ajudar bastante na sua frota

Participe de programas de condução defensiva

Alguns locais oferecem cursos de condução defensiva que podem ajudar a eliminar pontos na CNH ou oferecer descontos em multas. Além disso, fazendo uma boa gestão de multas com o auxílio de uma plataforma, você consegue observar tendências e resolvê-las.

Faça uma boa gestão de multas

Esse fator é essencial para gerar economia com multas, você consegue identificar o motorista que mais comete infrações, os tipos das mesmas e diversas outras informações que, trabalhadas da forma correta, tem um impacto financeiro enorme na sua frota.

Adotar essas práticas pode não apenas ajudar a evitar multas, mas também contribuir para a segurança nas estradas e a preservação da saúde da empresa.

Como ter um melhor controle de gastos na frota

Você já compreendeu que a gestão de multas pode resultar em custos elevados para a sua frota, caso a empresa não tenha esse cuidado. No entanto, além de simplesmente economizar e proporcionar maior segurança nas estradas, você pode investir em outras partes essenciais para melhorar a sua gestão. Alguns exemplos incluem:

Transporte

O movimento de mercadorias entre diferentes lugares, seja por via terrestre, marítima, aérea ou ferroviária. Isso inclui frete, combustível, manutenção de veículos, entre outros. Esse é um dos lugares que, por gerar muitos gastos que são muitas vezes necessários, o dinheiro economizado seria de grande ajuda.

Armazenagem

Ter a mercadoria estocada em armazéns não é nada fácil, você precisa arcar com aluguel de espaço, mão de obra com funcionários, manuseio de materiais, segurança, entre outros.

Todos esses gastos poderiam ser suavizados com investimento na área, dando um maior alívio financeiro para a empresa.

Inventário

Da mesma forma que os anteriores, manter o inventário da empresa é uma situação que depende de muito controle e um bom fluxo de caixa. Portanto, economizando dinheiro, a quantia no caixa aumenta, o que vai ajudar a melhorar ainda mais a situação da empresa.

Tecnologia da informação (TI)

Com essa economia, investir em custos estratégicos relacionados a tecnologias benéficas para sua frota certamente se tornará mais viável, podendo contribuir para a melhoria do lucro no médio prazo.

Manutenção preventiva

Esse também é um dos gastos mais significativos em uma frota própria de veículos.

Ter um veículo parado e quebrado no pátio da empresa é tudo o que o gestor de frota deseja evitar, pois manter a operação em andamento e funcionando adequadamente é lucrativo para a empresa, além de ser extremamente necessário para o bom funcionamento da frota.

Gerir essas manutenções pode ser desafiador, mas hoje você pode ter esse controle por meio de softwares especializados em manutenção preventiva e emissão automática de ordens de serviço, proporcionando muito mais praticidade no dia a dia.

Fracttal Sense

Mantenha equipamentos, instalações, veículos e ativos da sua empresa em condições ideais disponibilidade e confiabilidade.

Fracttal Sense

Mantenha equipamentos, instalações, veículos e ativos da sua empresa em condições ideais disponibilidade e confiabilidade.

arrow_back

Como ter um melhor controle de gastos na sua frota

Em uma frota, há inúmeros gastos que são essenciais para o bom funcionamento, como manutenção preventiva, combustível, controle de estoque e várias outras coisas que impactam diretamente na frota e na cadeia de suprimentos.

Contudo, diversas empresas negligenciam um gasto crucial, passível de ser investido em várias áreas da frota, frequentemente com um valor expressivo. Essas despesas estão relacionadas às multas.

Leia este artigo até o final para descobrir como economizar com multas e onde esses recursos podem ser alocados para garantir um funcionamento mais eficiente.

O que é a gestão de multas?

Por mais que essa prática ainda não seja tão difundida e aplicada nas frotas, ela beneficia consideravelmente aquelas que a adotam.

A gestão de multas é um conjunto de práticas e processos adotados por empresas que possuem frotas de veículos, com o objetivo de administrar, controlar e otimizar as questões relacionadas às infrações de trânsito aplicadas aos seus motoristas.

Essa abordagem não busca apenas lidar com as infrações, mas também pode implementar estratégias para prevenção, correção e análise detalhada desses incidentes.

A gestão envolve a coleta de dados sobre as infrações cometidas, o acompanhamento do histórico de cada condutor, a análise das circunstâncias das multas e a implementação de medidas corretivas.

Além disso, pode incluir a utilização de tecnologias, como plataformas para aprimorar a gestão de multas, monitorar o comportamento dos motoristas e prevenir futuras infrações, sistemas de rastreamento, entre outros.

O objetivo final é, principalmente, reduzir o impacto financeiro das multas, promover a segurança na frota e assegurar que o motorista esteja cumprindo as normas de trânsito, contribuindo para a eficiência da empresa.

No entanto, é possível que você já tenha percebido que lidar com esses processos manualmente pode ser um desafio, pois demanda tempo ao procurar informações sobre multas em diversos sites.

A boa notícia é que hoje existem plataformas especializadas na gestão de multas, que fornecem automaticamente todas as informações necessárias, economizando consideravelmente o tempo da pessoa responsável por essa tarefa.

Essas plataformas geralmente têm um custo acessível e, considerando a economia que proporcionam à sua frota, acabam se pagando. Isso significa que você não teria custos adicionais na sua frota e ainda poderia usar o valor economizado em outras áreas importantes do processo.

Qual a principal função de uma multa?

A principal função de uma multa é impor uma penalidade financeira como resultado de infrações cometidas por condutores nas estradas. 

Essas infrações podem variar desde desrespeitar limites de velocidade, sinais de trânsito, até mesmo estacionamento irregular. 

O propósito fundamental das multas é desencorajar comportamentos inadequados no trânsito, promovendo a segurança nas vias e o respeito às regras estabelecidas pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Ao impor penalidades financeiras, as autoridades de trânsito buscam criar um mecanismo onde, tornando as consequências monetárias, a mesma seja uma barreira efetiva contra a prática de infrações. 

Além de punir, as multas também têm uma função educativa, visando conscientizar os condutores sobre a importância do cumprimento das leis de trânsito, algumas podendo ser apenas uma advertência.

Em resumo, a função principal de uma multa é impor uma penalidade financeira como meio de desencorajar e corrigir infrações de trânsito, o que vai promover a segurança, a ordem e o respeito às regras estabelecidas pelos órgãos responsáveis.

Quem é o responsável pelas multas de trânsito?

O responsável pelas multas de trânsito é o condutor do veículo no momento da infração. 

As autoridades de trânsito emitem as multas com base nas violações cometidas pelos condutores, e as penalidades são direcionadas aos proprietários dos veículos, registrados no órgão de trânsito, que, na maioria dos casos, coincidem com os condutores.

Porém, é importante destacar que, em algumas situações, as empresas que possuem frotas de veículos podem ser responsabilizadas pelas infrações, caso o condutor não seja devidamente identificado. 

O maior problema nisso é que, não fazendo uma indicação de condutores adequada, a empresa acaba sofrendo multas adicionais, chamadas de multas NIC.

Isso acontece pois os órgãos entendem que os carros estão cadastrados em um CNPJ, logo, quem estava dirigindo no momento deve ser responsabilizado para que isso não acabe gerando multas adicionais, que geralmente são o dobro do valor da multa original.

Em casos de veículos de propriedade de terceiros, como locadoras, o condutor responsável pela infração também deve ser identificado e responsabilizado, o que dificulta para muitas dessas locadoras é o tempo hábil para receber informações sobre as multas que é lento pelo método tradicional, o que vai dificultar ainda mais esse processo.

Em resumo, o condutor do veículo é o principal responsável pelas multas de trânsito, sendo o destinatário direto das penalidades impostas pelas autoridades competentes.

Como economizar com multas?

Economizar com multas envolve adotar práticas responsáveis e estar ciente das regulamentações de trânsito para evitar infrações. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar a reduzir ou evitar multas:

Conheça as regras de trânsito

Esteja familiarizado com as leis de trânsito em sua região ou nas estradas de outros estados, conhecer as regras e regulamentos é fundamental para evitar infrações.

Evite distrações ao dirigir

O uso do telefone celular ao dirigir é uma infração bem comum nos dias de hoje, podendo gerar até acidentes graves. Evite distrações, como mensagens de texto ou chamadas, para manter-se focado na estrada.

Mantenha a sua documentação atualizada

Certifique-se de que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de seus condutores e demais documentos do veículo e necessários para o frete, estejam sempre atualizados e em mãos. Conduzir com documentos vencidos ou não ter os documentos corretos pode resultar em multas bem altas.

Invista em tecnologia

Nos dias de hoje, há vários sistemas que ajudam na sua gestão de frota, agilidade e principalmente a economizar dinheiro. Plataformas de gestão de multas, emissão de OS, telemetria e várias outras, podem ajudar bastante na sua frota

Participe de programas de condução defensiva

Alguns locais oferecem cursos de condução defensiva que podem ajudar a eliminar pontos na CNH ou oferecer descontos em multas. Além disso, fazendo uma boa gestão de multas com o auxílio de uma plataforma, você consegue observar tendências e resolvê-las.

Faça uma boa gestão de multas

Esse fator é essencial para gerar economia com multas, você consegue identificar o motorista que mais comete infrações, os tipos das mesmas e diversas outras informações que, trabalhadas da forma correta, tem um impacto financeiro enorme na sua frota.

Adotar essas práticas pode não apenas ajudar a evitar multas, mas também contribuir para a segurança nas estradas e a preservação da saúde da empresa.

Como ter um melhor controle de gastos na frota

Você já compreendeu que a gestão de multas pode resultar em custos elevados para a sua frota, caso a empresa não tenha esse cuidado. No entanto, além de simplesmente economizar e proporcionar maior segurança nas estradas, você pode investir em outras partes essenciais para melhorar a sua gestão. Alguns exemplos incluem:

Transporte

O movimento de mercadorias entre diferentes lugares, seja por via terrestre, marítima, aérea ou ferroviária. Isso inclui frete, combustível, manutenção de veículos, entre outros. Esse é um dos lugares que, por gerar muitos gastos que são muitas vezes necessários, o dinheiro economizado seria de grande ajuda.

Armazenagem

Ter a mercadoria estocada em armazéns não é nada fácil, você precisa arcar com aluguel de espaço, mão de obra com funcionários, manuseio de materiais, segurança, entre outros.

Todos esses gastos poderiam ser suavizados com investimento na área, dando um maior alívio financeiro para a empresa.

Inventário

Da mesma forma que os anteriores, manter o inventário da empresa é uma situação que depende de muito controle e um bom fluxo de caixa. Portanto, economizando dinheiro, a quantia no caixa aumenta, o que vai ajudar a melhorar ainda mais a situação da empresa.

Tecnologia da informação (TI)

Com essa economia, investir em custos estratégicos relacionados a tecnologias benéficas para sua frota certamente se tornará mais viável, podendo contribuir para a melhoria do lucro no médio prazo.

Manutenção preventiva

Esse também é um dos gastos mais significativos em uma frota própria de veículos.

Ter um veículo parado e quebrado no pátio da empresa é tudo o que o gestor de frota deseja evitar, pois manter a operação em andamento e funcionando adequadamente é lucrativo para a empresa, além de ser extremamente necessário para o bom funcionamento da frota.

Gerir essas manutenções pode ser desafiador, mas hoje você pode ter esse controle por meio de softwares especializados em manutenção preventiva e emissão automática de ordens de serviço, proporcionando muito mais praticidade no dia a dia.

Fracttal Sense

Mantenha equipamentos, instalações, veículos e ativos da sua empresa em condições ideais disponibilidade e confiabilidade.

Fracttal Sense

Mantenha equipamentos, instalações, veículos e ativos da sua empresa em condições ideais disponibilidade e confiabilidade.