arrow_back

Funcionalidades essenciais em um software CMMS

Em linhas gerais, o software CMMS é um programa que processa e centraliza todas as informações sobre o gerenciamento de manutenção, ajudando a otimizar o controle dos ativos.

O uso do software para gerenciamento de manutenção 

De acordo com dados compilados pela Finances Online, 52% das indústrias em todo o mundo usam um sistema CMMS como sua principal estratégia de manutenção. É uma plataforma oferecida na modalidade SaaS (software as a service), permitindo que as organizações tenham acesso a soluções de ponta sem a necessidade de investir em infraestrutura ou desenvolvimentos de TI. Tudo graças às possibilidades oferecidas pela nuvem

Além de sistematizar processos, quais funcionalidades o CMMS deve ter?

1. Criação de catálogo de ativos

Após inserir o nome e as características dos ativos, podemos criar uma lista detalhada de cada um deles, atribuindo locais, peças de reposição, materiais e tudo o que é necessário para uma gestão adequada. Também é possível inseri no banco de dados usando um leitor de QR code, poupando a necessidade de documentar tudo manualmente.

2. Acessibilidade da nuvem

Todas as informações coletadas de nossos ativos e OSs (ordens de serviço) serão armazenadas na nuvem. Isso permitirá que todos os usuários e colaboradores acessem de qualquer lugar, de acordo com as permissões previamente estabelecidas, conferindo maior mobilidade e segurança aos processos.

3. Relatórios em tempo real

Um software de manutenção CMMS nos informa a cada momento sobre as métricas de desempenho de ativos e gera relatórios gráficos para nossa análise decisiva.

4. Gerenciamento em qualquer dispositivo

Celular, tablet ou computador: podemos acessar ao painel de instrumentos e gerenciar facilmente a nossa operação a partir de qualquer dispositivo. Isso nos permite atribuir tarefas e gestores, bem como monitorar o andamento dos trabalhos de manutenção de um só lugar.

5. Definição de todos os indicadores-chave

Um software CMMS robusto deve ser capaz de oferecer indicadores-chave de desempenho (KPI) para monitoramento, como o tempo médio entre falhas (MTBF) e o tempo que uma equipe irá parar para reparos (MTTR), bem como indicadores de disponibilidade, confiabilidade, horas de espera e muito mais. Só temos que definir quais priorizar.

6. Compatibilidade com outro software

Um sistema especializado de manutenção de ativos deve ser capaz de ser integrado a outro software que gerencie as informações de estoque, complementando os dados para aprimorar a tomada de decisão.

7. Filtros e listas como métodos claros de organização

Um software CMMS nos permite criar filtros, personalizá-los e salvá-los para uso imediato. Assim, é possível encontrar ativos e ordens de serviço com apenas alguns cliques.

8. Automação de processos

O software de manutenção CMMS otimiza a operação diária, automatizando vários processos de rotina. Receba relatórios, delegue tarefas, inicie processos e notifique os gerentes de OS, reduzindo automaticamente os tempos de espera e economizando custos.

Como escolher o melhor software CMMS?

Depois de conhecer as principais funções que um sistema CMMS deve ter, resta escolher a plataforma que mais se adapta às necessidades da sua empresa.

Fracttal One é uma opção precisa para otimizar ao máximo a gestão da manutenção da sua empresa. Estamos falando de um sistema robusto e intuitivo, capaz de fornecer uma visão detalhada de todos os ativos da sua empresa, essencial para melhorar a produtividade e o desempenho em geral.