A Internet das Coisas (IoT) na manutenção inteligente

Se você sempre quis saber o que realmente significa o acrônimo IoT e quais são suas aplicações na área da Manutenção, este texto é para você.

 

Vamos explicar o que é, para qual tipo de manutenção está orientado e como você pode tirar o máximo proveito dela.

 

Vamos começar!

A IoT na manutenção inteligente

A IoT revolucionou a forma de ver e gerenciar os sistemas de manutenção. Com uma coleta de dados mais precisa e análise em tempo real, nos permitiu supervisionar nossos ativos de maneira mais eficiente e rentável.

 

O que é a IoT na manutenção? 

 

A Internet das Coisas (IoT) está sendo cada vez mais utilizada nas operações de manutenção industrial em todo o mundo, pois essa tecnologia permite que as organizações obtenham informações sobre o desempenho de suas máquinas em tempo real, permitindo a coleta de dados de diferentes parâmetros de operação e do ambiente para análise através de análises avançadas.

 

Sensores habilitados para IoT podem ser conectados a equipamentos como bombas, motores, compressores, turbinas e outros componentes críticos, permitindo que os operários monitorizem o desempenho deles a todo momento. Isso pode ajudar a identificar problemas antes que eles se tornem avarias caras ou causem tempos inesperados de inatividade.

 

Além disso, com soluções de manutenção preditiva baseadas em IoT, o pessoal industrial pode detectar e diagnosticar problemas de desempenho com rapidez e precisão. Ao supervisionar de forma proativa o estado das máquinas em busca de desgaste ou irregularidades em seu comportamento, é possível planejar antecipadamente as reparos ou substituições necessárias. Com acesso a dados de alta qualidade de múltiplas fontes em tempo real, os operários também podem detectar mais facilmente tendências emergentes que podem indicar um problema maior - como uma falha iminente do sistema - e abordá-lo imediatamente.

 

Essas ferramentas permitem que as organizações dêem sentido aos enormes conjuntos de dados coletados pelos sensores conectados às suas máquinas, o que ajuda a reduzir os resíduos e otimizar as operações, economizando tempo e dinheiro enquanto melhora a eficiência.

Manutenção corretiva, preventiva, preditiva e IoT. 

Como você sabe nos guias anteriores do Fracttal, explicamos que existem diferentes tipos de manutenção que podem ser aplicados. Geralmente, antes de tecnologias como software de manutenção, Machine Learning, Inteligência Artificial e IoT serem utilizadas no campo da manutenção, tudo era muito rudimentar e era muito comum a aplicação de manutenções corretivas, com pouca previsão de falhas e com grande despesa visto que era comum esperar a falha do ativo para substituí-lo por um novo e poucas informações disponíveis sobre os recursos utilizados. 

 

Com os dispositivos IoT, a manutenção preventiva já pode ser aplicada, pois com os dados coletados já conhecemos o comportamento habitual de nossos ativos, porém, podemos ir muito mais longe com o uso dessa tecnologia. E é que a manutenção preventiva pode ser melhorada e às vezes não é adequada dependendo do tipo de ativos. É aqui que entra a manutenção preditiva. 

 

A manutenção preditiva elimina a incerteza associada à aplicação da manutenção preventiva e evita a ocorrência de avarias, pois prevê quando é mais provável que o ativo deixe de ter comportamento padrão ou até falhe.

Os dispositivos IoT são conectados aos ativos físicos e é realizado o monitoramento das condições, que, conectado ao software de manutenção preditiva, completa esse processo.
 

 

O que é o monitoramento por condição? 

Este termo refere-se ao processo de monitoramento de um parâmetro específico em máquinas e sistemas. Esses parâmetros podem ser, por exemplo, a qualidade da energia, a temperatura, as horas reais de uso das máquinas elétricas... 

 

Os dispositivos IoT são muito úteis para processos como controle de temperatura para preservação de vacinas, de uma cadeia de refrigeração ou para medir a quantidade de energia consumida por uma rede elétrica e, sobretudo, para que quando um desses valores se altere, possa atuar imediatamente. 

 

De acordo com um relatório sobre o mercado de manutenção preditiva, a IoT Analytics afirma que em 2021 mais de 80% das empresas que implementaram a manutenção preditiva afirmam ter um ROI positivo e até metade delas recuperou o investimento em um ano.

 

Vantagens de usar a IoT

Como já mencionamos, o uso de dispositivos IoT implica na redução do tempo de detecção de problemas nos ativos, evita paradas inesperadas e torna as operações de manutenção realizadas mais baratas e eficientes. 

 

Mas, além disso, como esses dispositivos estão conectados à Internet, como o Fracttal Sense, as atualizações do sistema são realizadas automaticamente. Não é necessário que a equipe gaste muito tempo realizando essa tarefa. 

 

Por outro lado, os equipamentos IoT facilitam a atuação da equipe em qualquer lugar e a qualquer hora. Geralmente, esses dispositivos estão conectados a um software CMMS/CMMS ou a um ERP no qual os membros da equipe podem interpretar os dados e revisá-los em conjunto com as tarefas, recursos ou atividades organizadas que já estão integradas nessa plataforma.  

 

Essas ferramentas complementares já visam melhorar as operações de manutenção e aplicar a manutenção preventiva ou mesmo preditiva.

 

Melhor visibilidade do desempenho dos ativos

Ao incorporar tecnologia de monitoramento em tempo real, como sensores ou diagnósticos remotos, as operações de manutenção beneficiam-se de uma maior visibilidade do desempenho dos ativos.

 

Com uma melhor visão do estado e do desempenho dos ativos, as empresas podem identificar rapidamente as áreas que precisam de atenção e desenvolver estratégias para garantir sua boa manutenção. Essa maior visibilidade aumenta a eficiência operacional, economiza tempo e dinheiro, melhora a segurança e a confiabilidade, diminui o risco, melhora a tomada de decisão, otimiza o uso dos recursos e impulsiona a economia de custos.

 

Por exemplo, a visibilidade aprimorada pode fornecer informações sobre as taxas de falha previstas e a vida útil restante de componentes individuais ou sistemas completos. Isso permitiria que os times de manutenção se antecipassem melhor a possíveis problemas e planejassem de acordo com estratégias de manutenção preditiva, como o monitoramento do estado ou estratégias de substituição proativas.

 

Melhoria da eficiência

Ao aproveitar os dados em tempo real, o análise preditiva e as capacidades de supervisão remota, as soluções de IoT permitem que os equipes de manutenção tenham acesso a informações atualizadas, o que, por sua vez, os permite trabalhar de maneira mais eficiente e eficaz. Isso reduz os custos operacionais enquanto ajuda a minimizar o tempo de inatividade.

 

Por exemplo, na indústria energética, mais especificamente na geração de energia eólica, as tecnologias IoT podem ajudar as empresas energéticas a melhorar suas operações de manutenção através de sistemas de monitoramento remoto. Por meio da colocação de sensores especializados em máquinas e equipamentos, as empresas podem controlar facilmente condições como temperatura, pressão, vibração, etc. de uma localização centralizada, evitando assim a necessidade de deslocar técnicos especialistas até a localização dos equipamentos de maneira regular.

 

Redução de riscos para a segurança e saúde do trabalho

Algumas tarefas perigosas, como trabalho em altura ou entrada em espaços confinados, podem ser muito mais seguras com o uso de dispositivos portáteis que monitoram a frequência cardíaca e os níveis de respiração dos trabalhadores, além de alertar os supervisores se um trabalhador apresentar sinais de cansaço ou angústia.

 

As soluções IoT também podem detectar riscos potenciais antes que se tornem perigosos, monitorando fatores ambientais como temperatura, umidade, qualidade do ar etc.

 

Por exemplo, em sistemas de transporte como companhias aéreas, trens ou ônibus, os sensores IoT instalados em veículos ou trilhos podem detectar anomalias operacionais que poderiam colocar os passageiros em perigo se não forem abordadas rapidamente. Ao enviar alertas em tempo real para os membros da tripulação e outro pessoal responsável por esses veículos ou linhas, eles podem tomar medidas rápidas e reduzir as possibilidades de acidentes por falhas mecânicas ou funcionamento inadequado.

 

Maior satisfação do cliente

As empresas que utilizam soluções IoT para suas operações de manutenção tendem a ter menos falhas, o que se traduz em maior satisfação do cliente, já que ele não terá que se preocupar com o fato de seus produtos falharem inesperadamente. Além disso, eles também terão tempos de resposta mais rápidos graças às melhores capacidades de gerenciamento de ativos permitidas pelas soluções IoT.

 

Especificamente, o setor hoteleiro pode fazer uso dessas tecnologias para garantir que parâmetros como temperatura, umidade e qualidade do ar de seus ambientes são ideais para o conforto de seus hóspedes.

 

Como investir em soluções IoT?

 

Ao investir em uma solução IoT para suas tarefas de manutenção, é importante levar em consideração vários fatores, como rentabilidade, escalabilidade, facilidade de implementação, medidas de segurança adotadas pelo fornecedor.

 

Além disso, é importante entender quais conhecimentos prévios são necessários para os membros de sua equipe que serão responsáveis por operar o sistema depois que ele for implementado.

 

Uma solução ideal deveria exigir um tempo e esforço mínimos de treinamento por parte dos membros de sua equipe para que eles possam rapidamente se familiarizar com o seu funcionamento sem precisar passar por um longo processo de incorporação.

 

O melhor de tudo é que um investimento em soluções de IoT para manutenção pode oferecer um alto retorno sobre o investimento (ROI). De acordo com a McKinsey, uma iniciativa de manutenção preventiva usando essas tecnologias no setor de petróleo e gás "resultou em uma redução média de 20% do tempo de inatividade, bem como aumentos na produção equivalentes a mais de 500 mil barris anuais."

 

Aspectos chave para fazer bom uso da IoT

 

Para fazer bom uso do IoT nas operações de manutenção, as organizações precisam de pessoal experiente na gestão de infraestruturas e sistemas informáticos complexos, assim como conhecimentos sobre setores ou disciplinas específicas (por exemplo, engenharia elétrica).

Eles também precisam entender como os diferentes sistemas interagem entre si para garantir que todas as partes funcionem em harmonia.

 

Claro, também é vital que a organização tenha os sistemas necessários para o funcionamento dessas tecnologias antes de poder implementá-las.

Contar com a infraestrutura e com o pessoal que entenda tanto os aspectos de hardware quanto de software será essencial para tirar o máximo proveito desta tecnologia aplicada na manutenção.

 

Perguntas frequentes sobre IoT na manutenção

 

Como a Internet das Coisas (IoT) contribui para a gestão de manutenção?

O Internet das Coisas (IoT) permite que profissionais de manutenção tenham acesso a dados em tempo real de dispositivos e equipamentos conectados, o que permite tomar decisões de manutenção mais informadas.

 

Como a IoT é usada em sistemas?

O IoT é usado em sistemas para fornecer trocas fluidas de dados e informação entre dispositivos conectados, sensores e outros componentes digitais. Ele permite coletar dados de várias fontes para tomar decisões inteligentes e automatização, criando um ambiente mais eficiente e seguro para empresas, residências, instalações médicas e até redes de transporte.

 

Qual tecnologia a IoT usa?

O IoT usa uma variedade de tecnologias diferentes, como tecnologia de detecção e comunicação, serviços de computação em nuvem, protocolos de comunicação sem fio como Bluetooth, Wi-Fi, redes celulares e outros, análise de dados, algoritmos de inteligência artificial (IA) e tecnologia blockchain.

 

Em geral, a adoção de uma solução IoT pode trazer melhorias significativas na realização de operações de manutenção eficientes, enquanto reduz os riscos de segurança e aumenta os níveis de satisfação dos clientes graças ao aumento das capacidades de gerenciamento de ativos que essas soluções permitem.

 

Dessa forma, todas as organizações devem considerar investir nessa tecnologia se quiserem maximizar a eficiência e reduzir custos ao longo do tempo.

 

No entanto, é importante contar com pessoal experiente na gestão de sistemas complexos e infraestruturas de TI, bem como conhecimentos em setores ou disciplinas específicas, se quiserem tirar o máximo proveito de qualquer sistema que use essa tecnologia.

 

De qualquer maneira, as empresas que investirem sabiamente nesta tecnologia colherão os frutos, enquanto aquelas que não o fizerem poderão ficar atrás em relação aos seus concorrentes em termos de melhoria da eficiência graças à automação permitida pelas soluções de IoT para operações de manutenção.

 

Na era da indústria 5.0 e da Manutenção Inteligente, recomendamos que você conte com uma Plataforma que lhe ofereça todos esses serviços de forma transversal e automatize processos para que você tome as melhores decisões estando sempre plenamente informado.

Ainda não conhece o Fracttal Sense? 

Fracttal Sense é a nossa família de equipamentos com tecnologia IoT e tela sensível ao toque que permite monitorar seu ambiente e as variáveis ​​que afetam seus processos e ativos, notificá-lo sobre incidentes e criar solicitações automaticamente vinculando-os ao seu plano de gerenciamento de manutenção. 

 

Fracttal Sense é um dos 3 serviços que oferecemos no Fracttal, a Plataforma de Manutenção Inteligente. O Fracttal permite que você gerencie todos os seus recursos e ativos de manutenção, de forma 100% móvel, monitore o status de seus ativos físicos e saiba o momento preciso em que um de seus ativos pode falhar. 

Artigos relacionados:

Confira outros artigos interessantes sobre IoT para manutenção no nosso blog.

Gerenciamento de manutenção remota + IoT

Ler o artigo trending_flat

Internet das Coisas (IoT) para Gerenciamento de frota de veículos

Ler o artigo trending_flat

Internet das coisas e a Gestão de Ativos Físicos

Ler o artigo trending_flat

Conteúdo desenvolvido pela Fracttal,
a Plataforma de Manutenção Inteligente