KPIs: como os indicadores-chave de performance podem te ajudar

As empresas acompanham diversas métricas para poder desenvolver estratégias, como os KPIs, que são indicadores-chave de performance que determinam a aplicação de planejamentos em diferentes situações. 

Conforme a aplicação de KPIs nas atividades empresariais e corporativas, é possível determinar o desempenho no mercado em que atua. Em determinados pontos é possível visualizar sinais de que algo está fora do padrão, e precisa ser corrigido da melhor forma possível. 

Sendo devidamente aplicados no dia a dia, esses indicadores-chave de performance ajudam em diferentes setores empresariais, permitindo avanços conforme o objetivo estratégico definido. Dessa forma, é possível aplicar os KPIs em setores:

  • Administrativos;
  • Comunicação e marketing;
  • Financeiros;
  • Recursos Humanos;
  • Vendas.

Os motivos da aplicação de indicadores-chave de performance podem variar conforme o setor em que são executados. Entretanto, é possível identificar vantagens específicas para cada situação.

Dentro da formalização organizacional de uma empresa é fundamental ter o alinhamento das equipes, mesmo de setores distintos. Os KPIs podem servir como mensuração do desempenho de funcionários e colaboradores, mesmo os externos, como fornecedores e parceiros comerciais. 

O sucesso de um projeto corporativo pode ser medido conforme o passar do tempo, demonstrando que as equipes de trabalho estão se esforçando para alcançar um mesmo objetivo, como aumentar as vendas de um portão automático, por exemplo.

Outra forma de garantir que os KPIs são fundamentais está no desempenho sobre questões pertinentes à empresa, como fatores de risco voltados para a concorrência, a identificação de indicadores financeiros e a própria saúde organizacional. Dessa forma, os KPIs podem ajustar tomando como base os sucessos empresariais e os objetivos a serem alcançados, e investir da melhor forma possível para a continuidade dos bons serviços prestados entre diferentes setores.

Ou então analisar os fracassos e identificar o que não está em pleno funcionamento, e corrigir de maneira apropriada, para que não afete sobremaneira toda a empresa. Esse tipo de função voltada pela aplicação dos KPIs são determinantes para evitar problemas maiores, que possam consumir investimentos ou atrapalhar, por exemplo, o lançamento de um produto para o mercado consumidor.

KPIs que envolvem a gestão empresarial

Cada empresa possui características próprias, e isso é determinante para identificar quais os KPIs que podem ser aplicados no dia a dia. Ao menos 4 indicadores-chave de performance devem ser colocados em prática, para determinar o sucesso empresarial e a situação da empresa em relação ao que ocorre continuamente. 

1. Satisfação de funcionários envolve liderança

Uma consultoria contabil empresarial que atende diversas empresas de forma terceirizada pode identificar os funcionários que trabalham com afinco, e aqueles que apenas cumprem funções de maneira forçada ou que precisam de estímulo. O KPI utilizado está na mensuração do ESI (Employee Satisfaction Index), ou indexação de satisfação do empregado. Para medir e chegar a um resultado significativo, é preciso verificar qual o nível de satisfação do empregado junto ao local de trabalho.

Outro ponto que pode ser verificado está relacionado às expectativas que o local de trabalho proporciona, e como o cargo atende ao desempenho profissional. Por fim, o ESI pode identificar junto ao empregado o que falta para que a atuação seja plena e satisfatória, e o que impede que determinados objetivos ou metas não sejam alcançadas de maneira adequada.

O ideal é que todos os empregados estejam 100% satisfeitos com a situação profissional e como está estabelecido dentro das funções que a empresa exige. Caso esse número seja muito baixo, indo além dos 60% insatisfeitos, é necessário identificar as condições que a empresa oferece, e o que afeta de modo grave para não garantir a satisfação dos funcionários. 

2. ROI envolve situação financeira empresarial

O ROI (Return Over Investiment), ou retorno sobre investimento na empresa pode estar associado à compra de equipamentos para melhorias em processos produtivos, ou mesmo no custo com marketing junto ao público-alvo.

Para calcular o ROI, basta aplicar uma fórmula simples que envolve o valor investido sobre algum produto ou serviço, e o retorno financeiro observado a partir da aquisição. Esse cálculo pode ser determinado a partir do orçamento destinado a um planejamento de marketing e toda a campanha publicitária. 

A compra do serviço de um raio x para o seu pet, pode determinar a compra de materiais utilizados por uma clínica veterinária, por exemplo. Todo o custo voltado para a aquisição deve ser significativo quanto ao retorno sobre o investimento, ou o ROI.

3. Volume de vendas e margem de lucro

A precificação de produtos e serviços precisa ser vantajosa para toda e qualquer empresa, para que possa atender o mercado de maneira satisfatória. Para isso é preciso identificar como KPI as transações comerciais de forma unitária, em relação à receita financeira, como o serviço de cabeamento estruturado para casas, empresas, prédios e estabelecimentos.

Cada segmento possui especificações próprias e, nesse caso, o volume de atendimento pode ser determinante para garantir a lucratividade em um período determinado, como:

  • Semanal;
  • Mensal;
  • Semestral;
  • Anual.

Essa métrica envolve outros KPIs importantes, como taxa de conversão, ou seja, o número de clientes que demonstram interesse em relação aqueles que realmente formalizam a compra de um produto ou serviço. Outro KPI se apresenta conforme o tempo entre a efetivação da compra até a entrega propriamente a quem adquire, no caso o cliente final. 

O despachante que trabalha com uma elaboração de pgr, por exemplo, pode identificar dentro desse KPI se todos os clientes estão sendo atendidos de maneira apropriada. Assim, não abre margem para a pesquisa para outras empresas, concentrando o atendimento em um único local.

4. Atendimento ao cliente e nível de satisfação

O mercado consumidor é amplo e atende os mais diversos modelos de clientes, com necessidades específicas e problemas que necessitam de soluções que, muitas vezes, se tornam personalizadas. Dentro do campo do B2B (Business To Business) isso pode ser fundamental para atender empresas que trabalham como intermediários até o cliente final. 

É o caso de construtoras e incorporadoras que necessitam de empresas de gestão de condomínios residenciais. O KPI de atendimento ao cliente e satisfação dos serviços deve atender em diferentes patamares, e ser ato contínuo dentro da visão empreendedora e no que envolve o Código de Defesa do Consumidor.

Essa métrica pode ser identificada por meio de pesquisas de satisfação, propostas de recorrentes, para que qualquer problema possa ser resolvido de maneira imediata, ou dentro das possibilidades da empresa e na resolução que atende de maneira adequada todos os envolvidos.

Marketing empresarial propõe KPIs importantes

Os resultados apresentados após a divulgação em massa de um produto ou serviço demanda o uso de KPIs que são específicos da área de marketing empresarial. Levando em consideração que o marketing digital está em alta entre as empresas variadas, como as que trabalham com kits personalizados para empresas, é preciso acompanhar os números que envolvem o setor da tecnologia, e tudo que abrange as estratégias voltadas para KPIs desse setor. 

1. CPC e CTR envolvem investimento no cliente

Os clientes são parte essencial de uma empresa e, sem eles, é impossível determinar estratégias de marketing de forma certeira. Por isso o CPC (Custo Por Clique) e o CTR (Click Traffic Rate), ou taxa de tráfego de cliques dentro de um site empresarial, uma loja virtual ou um e-commerce, devem ser identificados como KPI e utilizados para verificar a performance. 

2. CAC prevê saldo positivo

O CAC (Custo de Aquisição por Cliente) pode ser aplicado sobre uma empresa que cria um aplicativo para o setor tecnológico. Dessa forma, todo investimento é voltado para definir o orçamento dedicado a um planejamento de marketing, sendo um KPI que define as estratégias voltadas para o cliente certo.

No fim das contas, é preciso que o saldo seja positivo, e assim valer a pena todo o investimento dedicado a cada cliente. Outros KPIs citados também podem ser aplicados em uma estratégia de marketing, como o ROI, a margem de lucro sobre produtos e serviços, entre outros. 

Considerações

Assim que se define quais os modelos de KPIs que serão implementados junto à natureza empresarial proposta, é possível estabelecer metas e objetivos voltados para o setor interno e externo de maneira significativa e devidamente aplicada conforme a gestão administrativa.

O direcionamento proposto por cada KPI define as estratégias mais significativas, demonstrando interesse em assuntos administrativos e financeiros, assim como em relação às vendas e o marketing direcionado à divulgação dos negócios comerciais. 

Até mesmo questões associadas aos talentos profissionais disponíveis no quadro de funcionários, assim como o retorno que cada um proporciona podem ser uma justificativa quanto ao desempenho geral de uma empresa.  Por fim, é preciso reforçar a ideia de que um planejamento estratégico é fundamental desde o princípio. As KPIs são essenciais para entender os números de cada setor, e promover uma evolução conforme os resultados apresentados.

Assim, é possível bater as metas determinadas, atingindo os objetivos traçados de forma segura e dentro de todas as questões apontadas pelos indicadores-chave de performance, além de validar o posicionamento diante do mercado consumidor e, melhor, uma autoridade perante a concorrência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection,
onde você pode encontrar centenas de outros conteúdos informativos 


Nueva llamada a la acción

Nenhum vídeo selecionado

Selecione um tipo de vídeo na barra lateral.

arrow_back

KPIs: como os indicadores-chave de performance podem te ajudar

As empresas acompanham diversas métricas para poder desenvolver estratégias, como os KPIs, que são indicadores-chave de performance que determinam a aplicação de planejamentos em diferentes situações. 

Conforme a aplicação de KPIs nas atividades empresariais e corporativas, é possível determinar o desempenho no mercado em que atua. Em determinados pontos é possível visualizar sinais de que algo está fora do padrão, e precisa ser corrigido da melhor forma possível. 

Sendo devidamente aplicados no dia a dia, esses indicadores-chave de performance ajudam em diferentes setores empresariais, permitindo avanços conforme o objetivo estratégico definido. Dessa forma, é possível aplicar os KPIs em setores:

  • Administrativos;
  • Comunicação e marketing;
  • Financeiros;
  • Recursos Humanos;
  • Vendas.

Os motivos da aplicação de indicadores-chave de performance podem variar conforme o setor em que são executados. Entretanto, é possível identificar vantagens específicas para cada situação.

Dentro da formalização organizacional de uma empresa é fundamental ter o alinhamento das equipes, mesmo de setores distintos. Os KPIs podem servir como mensuração do desempenho de funcionários e colaboradores, mesmo os externos, como fornecedores e parceiros comerciais. 

O sucesso de um projeto corporativo pode ser medido conforme o passar do tempo, demonstrando que as equipes de trabalho estão se esforçando para alcançar um mesmo objetivo, como aumentar as vendas de um portão automático, por exemplo.

Outra forma de garantir que os KPIs são fundamentais está no desempenho sobre questões pertinentes à empresa, como fatores de risco voltados para a concorrência, a identificação de indicadores financeiros e a própria saúde organizacional. Dessa forma, os KPIs podem ajustar tomando como base os sucessos empresariais e os objetivos a serem alcançados, e investir da melhor forma possível para a continuidade dos bons serviços prestados entre diferentes setores.

Ou então analisar os fracassos e identificar o que não está em pleno funcionamento, e corrigir de maneira apropriada, para que não afete sobremaneira toda a empresa. Esse tipo de função voltada pela aplicação dos KPIs são determinantes para evitar problemas maiores, que possam consumir investimentos ou atrapalhar, por exemplo, o lançamento de um produto para o mercado consumidor.

KPIs que envolvem a gestão empresarial

Cada empresa possui características próprias, e isso é determinante para identificar quais os KPIs que podem ser aplicados no dia a dia. Ao menos 4 indicadores-chave de performance devem ser colocados em prática, para determinar o sucesso empresarial e a situação da empresa em relação ao que ocorre continuamente. 

1. Satisfação de funcionários envolve liderança

Uma consultoria contabil empresarial que atende diversas empresas de forma terceirizada pode identificar os funcionários que trabalham com afinco, e aqueles que apenas cumprem funções de maneira forçada ou que precisam de estímulo. O KPI utilizado está na mensuração do ESI (Employee Satisfaction Index), ou indexação de satisfação do empregado. Para medir e chegar a um resultado significativo, é preciso verificar qual o nível de satisfação do empregado junto ao local de trabalho.

Outro ponto que pode ser verificado está relacionado às expectativas que o local de trabalho proporciona, e como o cargo atende ao desempenho profissional. Por fim, o ESI pode identificar junto ao empregado o que falta para que a atuação seja plena e satisfatória, e o que impede que determinados objetivos ou metas não sejam alcançadas de maneira adequada.

O ideal é que todos os empregados estejam 100% satisfeitos com a situação profissional e como está estabelecido dentro das funções que a empresa exige. Caso esse número seja muito baixo, indo além dos 60% insatisfeitos, é necessário identificar as condições que a empresa oferece, e o que afeta de modo grave para não garantir a satisfação dos funcionários. 

2. ROI envolve situação financeira empresarial

O ROI (Return Over Investiment), ou retorno sobre investimento na empresa pode estar associado à compra de equipamentos para melhorias em processos produtivos, ou mesmo no custo com marketing junto ao público-alvo.

Para calcular o ROI, basta aplicar uma fórmula simples que envolve o valor investido sobre algum produto ou serviço, e o retorno financeiro observado a partir da aquisição. Esse cálculo pode ser determinado a partir do orçamento destinado a um planejamento de marketing e toda a campanha publicitária. 

A compra do serviço de um raio x para o seu pet, pode determinar a compra de materiais utilizados por uma clínica veterinária, por exemplo. Todo o custo voltado para a aquisição deve ser significativo quanto ao retorno sobre o investimento, ou o ROI.

3. Volume de vendas e margem de lucro

A precificação de produtos e serviços precisa ser vantajosa para toda e qualquer empresa, para que possa atender o mercado de maneira satisfatória. Para isso é preciso identificar como KPI as transações comerciais de forma unitária, em relação à receita financeira, como o serviço de cabeamento estruturado para casas, empresas, prédios e estabelecimentos.

Cada segmento possui especificações próprias e, nesse caso, o volume de atendimento pode ser determinante para garantir a lucratividade em um período determinado, como:

  • Semanal;
  • Mensal;
  • Semestral;
  • Anual.

Essa métrica envolve outros KPIs importantes, como taxa de conversão, ou seja, o número de clientes que demonstram interesse em relação aqueles que realmente formalizam a compra de um produto ou serviço. Outro KPI se apresenta conforme o tempo entre a efetivação da compra até a entrega propriamente a quem adquire, no caso o cliente final. 

O despachante que trabalha com uma elaboração de pgr, por exemplo, pode identificar dentro desse KPI se todos os clientes estão sendo atendidos de maneira apropriada. Assim, não abre margem para a pesquisa para outras empresas, concentrando o atendimento em um único local.

4. Atendimento ao cliente e nível de satisfação

O mercado consumidor é amplo e atende os mais diversos modelos de clientes, com necessidades específicas e problemas que necessitam de soluções que, muitas vezes, se tornam personalizadas. Dentro do campo do B2B (Business To Business) isso pode ser fundamental para atender empresas que trabalham como intermediários até o cliente final. 

É o caso de construtoras e incorporadoras que necessitam de empresas de gestão de condomínios residenciais. O KPI de atendimento ao cliente e satisfação dos serviços deve atender em diferentes patamares, e ser ato contínuo dentro da visão empreendedora e no que envolve o Código de Defesa do Consumidor.

Essa métrica pode ser identificada por meio de pesquisas de satisfação, propostas de recorrentes, para que qualquer problema possa ser resolvido de maneira imediata, ou dentro das possibilidades da empresa e na resolução que atende de maneira adequada todos os envolvidos.

Marketing empresarial propõe KPIs importantes

Os resultados apresentados após a divulgação em massa de um produto ou serviço demanda o uso de KPIs que são específicos da área de marketing empresarial. Levando em consideração que o marketing digital está em alta entre as empresas variadas, como as que trabalham com kits personalizados para empresas, é preciso acompanhar os números que envolvem o setor da tecnologia, e tudo que abrange as estratégias voltadas para KPIs desse setor. 

1. CPC e CTR envolvem investimento no cliente

Os clientes são parte essencial de uma empresa e, sem eles, é impossível determinar estratégias de marketing de forma certeira. Por isso o CPC (Custo Por Clique) e o CTR (Click Traffic Rate), ou taxa de tráfego de cliques dentro de um site empresarial, uma loja virtual ou um e-commerce, devem ser identificados como KPI e utilizados para verificar a performance. 

2. CAC prevê saldo positivo

O CAC (Custo de Aquisição por Cliente) pode ser aplicado sobre uma empresa que cria um aplicativo para o setor tecnológico. Dessa forma, todo investimento é voltado para definir o orçamento dedicado a um planejamento de marketing, sendo um KPI que define as estratégias voltadas para o cliente certo.

No fim das contas, é preciso que o saldo seja positivo, e assim valer a pena todo o investimento dedicado a cada cliente. Outros KPIs citados também podem ser aplicados em uma estratégia de marketing, como o ROI, a margem de lucro sobre produtos e serviços, entre outros. 

Considerações

Assim que se define quais os modelos de KPIs que serão implementados junto à natureza empresarial proposta, é possível estabelecer metas e objetivos voltados para o setor interno e externo de maneira significativa e devidamente aplicada conforme a gestão administrativa.

O direcionamento proposto por cada KPI define as estratégias mais significativas, demonstrando interesse em assuntos administrativos e financeiros, assim como em relação às vendas e o marketing direcionado à divulgação dos negócios comerciais. 

Até mesmo questões associadas aos talentos profissionais disponíveis no quadro de funcionários, assim como o retorno que cada um proporciona podem ser uma justificativa quanto ao desempenho geral de uma empresa.  Por fim, é preciso reforçar a ideia de que um planejamento estratégico é fundamental desde o princípio. As KPIs são essenciais para entender os números de cada setor, e promover uma evolução conforme os resultados apresentados.

Assim, é possível bater as metas determinadas, atingindo os objetivos traçados de forma segura e dentro de todas as questões apontadas pelos indicadores-chave de performance, além de validar o posicionamento diante do mercado consumidor e, melhor, uma autoridade perante a concorrência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection,
onde você pode encontrar centenas de outros conteúdos informativos 


Nueva llamada a la acción

Nenhum vídeo selecionado

Selecione um tipo de vídeo na barra lateral.